A Cosmorama acaba de publicar Maligno, o quarto livro de Eduardo Quina, autor de ‘Corpos: labirintos’ [2015], ‘Sombras mortas entre os dedos’ [2015] e ‘Ausência’ [2017]; e que tem colaborado regularmente na ‘Eufeme’ [magazine de poesia]. Objeto intenso, compacto sob o arco de uma narrativa poética que se desdobra em 41 estâncias, Maligno é o 11.º livro da biblioteca SINE DIE.

Imagem: ‘Five singing women’, pintura de Odd Nerdrum.