A Cosmorama é uma editora independente e intercultural de literatura e estudos humanísticos.
Criada em 2004, por José Rui Teixeira, a sua denominação foi inspirada nos versos de António Nobre:
«Vejo passar a minha vida,/ Como num grande cosmorama.»
Cosmorama [do grego «kósmos», universo + «hórama», espectáculo] é um conjunto de imagens ampliadas por instrumentos ópticos, o local em que essas imagens são expostas ou o instrumento com o qual é possível observá-las ampliadamente.

EQUIPA EDITORIAL
Editor: José Rui Teixeira
Conselho editorial: Jorge Melícias, Jorge Teixeira e José Pedro Angélico
Design: Ida Cruz
Paginação/revisão: Margarida Baldaia