Vejo passar a minha vida,
Como n’um grande cosmorama.

António Nobre

Destaques
  • Um texto indefeso

    Memória do dia 16 de setembro de 2017: o Auditório Carvalho Guerra, no Centro Regional do Porto da Universidade Católica, encheu-se para escutar a conversa entre Jorge Melícias, José Rui Teixeira, Rui Nunes e Valter Hugo Mãe, em torno de “um texto indefeso”. Durante duas horas, foram partilhadas leituras de ‘A margem de um livro’ […]

  • 111.º aniversário de Guilherme de Faria

    No dia 6 de outubro, a Cátedra de Poesia e Transcendência celebrará o 111.º aniversário do nascimento de Guilherme de Faria. O Seminário Lembranças de não sei onde, Saudades de não sei quando… decorrerá no Centro Regional do Porto da Universidade Católica, na Sala 003 do Edifício Américo Amorim. Este Seminário permitirá evocar a memória […]

  • Acerca do desterro

    No dia 19 de setembro, pelas 17 horas, Valter Hugo Mãe apresentará ACERCA DO DESTERRO, de José Rui Teixeira, na Feira do Livro do Porto / Livraria Poetria. Uma poética vinheta desenhada por Valter Hugo Mãe e um prefácio de Guilherme d’Oliveira Martins introduzem sete ensaios de José Rui Teixeira, escritos no âmbito de um […]

  • Valter Hugo Mãe

    Durante o mês de agosto de 2018, celebrando o 10.º aniversário da edição de FOLCLORE ÍNTIMO, a primeira ‘poesia reunida’ de Valter Hugo Mãe, a Cosmorama disponibiliza os últimos exemplares deste livro descatalogado. Preço: 20 € [oferta do envio] | ENCOMENDAS Fotografia: © Rita Rocha

  • María Negroni

    Entre os livros que a Cosmorama publicou em 2017, destaca-se Arte e Fuga, de María Negroni, autora de uma vasta obra literária e académica, que nasceu em Rosario [Argentina], em 1951. Doutorada em Literatura Latino-americana pela Universidade de Columbia, é docente e investigadora de instituições como o Sarah Lawrence College [Yonkers, New York], a New […]

  • A margem de um livro

    A Cosmorama publicou há um ano o último livro de Rui Nunes: A margem de um livro. “um livro de desperdícios: escamas de peixe, jornais rasgados, cascas de laranja, um trapo azul, caroços, (na mama de Délia apareceu um caroço. Que foi crescendo.) um frigorífico velho, um rato morto. : Há nomes que não encontram: […]

  • Hugo Mujica

    Hugo Mujica nasceu em Buenos Aires, em 1942. Estudou Belas-Artes, Filosofia, Antropologia Filosófica e Teologia. Esta multiplicidade de saberes perpassa uma obra que abarca a filosofia, a antropologia, a narrativa, a mística, a poesia e a indagação estética. A sua obra poética, representada em quinze países, foi publicada em Portugal pela Cosmorama Edição: Margens, antologia […]

  • Maligno

    A Cosmorama acaba de publicar Maligno, o quarto livro de Eduardo Quina, autor de ‘Corpos: labirintos’ [2015], ‘Sombras mortas entre os dedos’ [2015] e ‘Ausência’ [2017]; e que tem colaborado regularmente na ‘Eufeme’ [magazine de poesia]. Objeto intenso, compacto sob o arco de uma narrativa poética que se desdobra em 41 estâncias, Maligno é o […]

  • Martín López-Vega

    O poeta asturiano Martín López-Vega [Poo de Llanes, 1975], que publicou recentemente ‘Gótico cantábrico’ [Madrid, La Bella Varsovia, 2017], publicará na Cosmorama A ETERNA QUALQUERCOISA, em edição bilingue — tradução de Jorge Melícias. Martín López-Vega publicou vários livros de poesia, representados na antologia ‘Retrovisor’ [2013], a que se seguiu ‘La eterna cualquiercosa’ [2014]. Em 1997 […]

  • Acerca do desterro

    Em 2015 e 2016 José Rui Teixeira desenvolveu um projeto de pós-doutoramento na Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica Portuguesa [Braga], sob orientação de Mário Garcia e João Manuel Duque: ‘Acerca do desterro: hermenêutica literária e arqueologia cultural’. Uma poética vinheta desenhada por Valter Hugo Mãe e um prefácio de Guilherme d’Oliveira […]